17 outubro 2005

A solidão por ela mesma"

"Quando as pessoas se apercebem que a solidão é a sua companhia, o rosto entristece, a alma desvanece, um forte pesar parece invadir o pensamento."
Solidão é um estado de alma. Muitas pessoas interpretam como um vazio interior, uma insatisfação que tentamos preencher e nos enganar com atitudes externas. Parece que quanto mais tentamos preencher o vazio causado pela solidão, menos percebidos nos tornamos.

São talvez essas as contradições da vida. Temos pessoas a nossa volta, mas parece que não temos "ponto de contato" com elas.Muitas são as maneiras que tentamos fugir da solidão, seja com um vida social intensa, obsessão por trabalho, bebidas, etc.... mas sempre sem o tal vínculo que nos impacta com a realidade.

A verdade é que fugimos a todo instante da auto-reflexão. Não tenho aqui a pretensão de sugerir receitas de como vencer a solidão, talvez o que eu possa fazer é tentar dizer o que ela não é.

Lembro-me a alguns anos atrás quando assistia pela primeira vez, o desenho animado Rei Leão, na época era lançamento. E dado momento o herdeiro do Reino, o jovem Simba foge de tudo e de todos e no meio da floresta, perdido, seus novos e estranhos amigos lhe sugerem:

Hakuna Matata É lindo dizer
Hakuna Matata Você vai entender!
Os seus problemas Você deve esquecer
Isto é viver É aprender...Hakuna Matata,


Hakuna Matata, é com certeza o método que usamos para tentar escapar, poderia dizer que Kakuna Matata é sinônimo de procrastinar. Sair da solidão, é esquecer os problemas e ficar fugindo deles a todo instante, com os mais diversos malabarismos para que a nossa mente não seja impactada pela frustração. Dessa forma vamos lentamente se desplugando de tudos e de todos.
A cada nova tentativa parece que afundamos mais, tudo porque procuramos sempre as respostas nos outros e não em nós mesmos.

Os problemas foram feitos para serem enfrentados e decepções assimiladas, aprendi que Deus não nos permite ser tentado além daquilo que podemos suportar e como diz o cântico do Grupo logos: "E se ainda eu cair e pensar que é o fim, Jesus me ergue e segue junto a mim!"

Só entregando nossas vidas ao Autor Vida e confiando que TODAS as coisas cooperam para a nosso bem, é que podemos recuperar a auto-estima e pouco a pouco ser reintegrado ao plantel de cristo.
Nada de Hakuna Matata!
E tenho dito!


Fino.

1 Comments:

Anonymous Clau said...

Não entendi suas reflexões, são muito profundas para minha limitada capacidade de compreensão.

Um grande abraço

9:38 PM  

Postar um comentário

<< Home